Qual a importância do Big Data para um gestor de RH?

Reading time: 4 minutes

Falar de Big Data é falar de uma das maiores tendências do mercado. Estamos falando de dados que são capazes de apontar com precisão uma série de fatores dentro de uma empresa. O Big data, inclusive, é capaz de identificar os melhores candidatos a uma vaga de emprego ou os funcionários com maior potencial de crescimento, por exemplo.

Desta forma, a técnica oferece ferramentas para aprimorar estratégias de vendas e de aumentar a rentabilidade do negócio dentre outros benefícios. Exatamente por isso, neste artigo especificamente, iremos explicar como a tecnologia pode aumentar a eficiência do RH da sua empresa e, por consequência, do seu negócio como um todo.

O que é Big Data?

Antes de falarmos da ligação entre Big data e Recursos Humanos, vale explicar que o Big Data é um conjunto de dados armazenados de forma estruturada que impacta os negócios em geral e que podem ser usados em vários setores diferentes da empresa como no marketing, no financeiro, no comercial e, inclusive, no RH.

Em outras palavras, é um método de gestão que permite que as empresas alcancem um desempenho de excelência através da coleta e análise de dados diversos de maneira estruturada, desta forma, as avaliações e tomadas de decisões tendem a ser mais eficientes, acertadas e precisas.

Além disso, uma organização correta das informações empresariais relevantes possibilita que eventuais erros nos processos internos sejam detectados e corrigidos mais rapidamente, evitando gargalos e pontos de deficiência que possam impactar no resultado geral da empresa.

Por isso, inúmeras empresas, especialmente o mercado das Startups, já estão investindo na tecnologia e no conceito de Big Data para coletar dados dos clientes, para criar estratégias de vendas e para ajudar a desenvolver seus funcionários.

A evolução do RH

Por outro lado, muitos executivos não consideram que o RH desempenhe um papel suficientemente relevante na busca pela realização dos objetivos estratégicos da organização. Ledo engano!
Com a ajuda da tecnologia vimos uma mudança radical dessa percepção, e percebemos o RH muito mais focado na geração de valor para a empresa através dos recursos humanos, ou seja, através dos próprios colaboradores.

Se antes a função do RH era apenas lidar com burocracias relacionadas aos funcionários, atualmente ele atua de maneira mais estratégica e proativa, se unindo com os demais setores da empresa na contribuição para o alcance das metas e na melhora dos resultados empresariais.

Entretanto, para alcançar este resultado, o RH deve pautar as suas decisões em informações precisas e confiáveis. Por isso, é preciso que ele disponha de mecanismos para dar suporte e possibilitar decisões consistentes. Como? Com a ajuda do Big Data.

Mas afinal, qual é a importância prática do Big Data para o setor de Recursos Humanos?

É preciso que fique claro que a maior contribuição do RH para o sucesso da empresa está no processo de recrutamento de colaboradores. A partir daí, precisamos esclarecer que os dados coletados através do Big Data favorecem este processo.

A minuciosa análise dos dados disponíveis na empresa permite que o RH faça contratações mais adequadas e alinhadas aos objetivos e às necessidades da organização.

Além disso é possível não só recrutar, mas também identificar, reter e qualificar talentos. O Big Data viabiliza a escolha de funcionários que sejam mais adequados para a empresa. Viabiliza também a criação dos melhores treinamentos corporativos e de eventos, sempre de maneira a utilizar os recursos da forma mais eficiente o possível na busca pela qualificação dos profissionais.

Neste sentido, o Big Data, quando bem utilizado, indica ao gestor de RH como um funcionário atua, qual funcionário tem potencial para liderança, quais os melhores cursos para evolução dos colaboradores e assim por diante. Além disso, os dados gerados auxiliam os gestores à definir os benefícios mais adequados, a fim de motivar e reter seus funcionários.

O acesso a esses dados reduz os cronogramas e os custos de recrutamento, prevê futuras necessidades de contratação, retém talentos e capacita o departamento, aumentando sua eficiência operacional e estratégica.

Enfim, o Big Data vem revolucionando a maneira como empresas estão realizando seus processos de recrutamento e seleção, o que acaba refletindo em um maior resultado para a empresa no curto, médio e longo prazos.

About Jessica Martins

Jessica Martins é Psicóloga, possui background de 10 anos em RH e atualmente é responsável pela Unidade de Negócios de Gama Academy em Belo Horizonte.