Como reduzir custos e melhorar a assertividade na hora de selecionar e contratar talentos?

Reading time: 4 minutes

Em tempos onde só se fala em redução de custos nas empresas, independentemente do seu tipo ou porte, se tornou necessário pensar bem quais os pontos que podem ser, de fato, cortados, sem que isso afete a produção e a qualidade do serviço oferecido.

O problema é que infelizmente, o primeiro corte realizado acaba sendo no quadro de funcionários. E se falarmos em Startups então, que no geral são empresas onde o quadro de funcionários já é enxuto e os profissionais fazem um pouco de tudo, os perigos dessa ação se tornam ainda maiores.

Por isso, no artigo de hoje nós falaremos sim sobre a redução de custos, mas sobre uma ótica diferente.  Nós vamos falar sobre como acertar na contratação de colaboradores (os chamados talentos) pode reduzir os custos da sua empresa de maneira escalável e inteligente.

Os problemas causados pelo turnover de colaboradores

Para entender como contratar talentos pode efetivamente reduzir os custos da sua empresa, antes, precisamos compreender os problemas causados pelo chamado turnover de colaboradores.

O turnover nada mais é que a rotatividade na entrada e saída dos colaboradores do quadro de funcionários. Caso esse número seja muito alto, são grandes as chances de um ambiente desgastante e a conclusão é que isso acaba aumentando o custo da empresa, afinal, o valor gasto com rescisões, novas contratações e no treinamento dos colaboradores tende a ser maior que o investido na contratação de um talento.

E quando falamos no ambiente de uma startup, gostamos sempre de ressaltar que falamos de um ambiente onde existe uma cultura de compartilhamento de conhecimento ou seja, ensina-se muito e aprende-se muito, entretanto, o foco dessa troca está justamente no crescimento da empresa através de um quadro de colaboradores enxuto e eficiente.

O problema é que a rotatividade de colaboradores nas empresas tem se tornado algo cada vez mais comum o que nos leva a pensar em razões para isso e a traçar planos que possam reter os talentos. Além disso, é fundamental encontrar um meio de aumentar a assertividade nas contratações, o que tende a diminuir o turnover.

Como contratar talentos?

Muitos empresários dizem possuir uma grande dificuldade na contratação de talentos, entretanto, muitas vezes, o problema não está nos candidatos que se apresentam e sim na maneira como o processo como um todo é realizado.

As empresas se acostumaram a ver os colaboradores fazendo de tudo para conseguir o emprego, e com isso, pouco faziam para melhorar, de alguma forma, a experiência do colaborador. No máximo, venciam sua concorrência com salários mais altos.

Atualmente, as coisas mudaram…o perfil do colaborador, especialmente se for um talento, mudou. O colaborador, está sim em busca de um salário compatível qual a sua função e a sua capacidade, entretanto, dinheiro não é mais o bastante.

Para contratar um talento, a empresa precisa oferecer benefícios que vão além do campo financeiro tais como um ambiente agradável, maleabilidade em relação aos horários de trabalho e o dress code, maior autonomia, um plano de carreira bem definido e assim por diante.

Agora não são só as pessoas que estão em busca de bons empregos, as empresas também estão em busca de bons funcionários… sendo assim, todo mundo acaba tendo alguma exigência.

Falando assim, tudo parece muito simples né? Mas então, por que as empresas não estão conseguindo contratar talentos e o turnover continua sendo uma realidade? A resposta é simples: Fit.

Quando uma empresa, especialmente uma startup, identifica um possível talento ela passa a fazer de tudo para atrair o profissional e acaba deixando de lado alguns detalhes cruciais como o fit cultural e o mindset do colaborador.

Para ter sucesso em uma contratação, e assim, reduzir custos sem reduzir qualidade e produtividade, a empresa precisa se certificar de que o colaborador tenha um perfil de trabalho parecido com o que a empresa entende como básico em sua operação.

Sendo assim, além das qualidades técnicas, o talento deve possuir afinidades comportamentais com a cultura da startup, que por sinal, difere bastante das empresas tradicionais.

Um talento de verdade está sempre em busca do sucesso da empresa, mesmo que para isso, tenha que transitar por áreas da empresa para as quais não foi contratado. Ele é um empreendedor nato, e com isso, sabe que o sucesso tanto do negócio, quanto da sua carreira, depende do seu próprio esforço, criatividade e consciência.

A contratação de um profissional que atenda todas essas especificações acaba fazendo com que a empresa tenha uma maior produtividade e maior criatividade, não só na criação de produtos e serviços, mas também na solução de problemas que podem surgir no dia a dia o que acaba fazendo com que a rentabilidade da empresa cresça consideravelmente.

Caso tenha sobrado alguma dúvida sobre como contratar talentos pode reduzir os custos da empresa, deixe sua pergunta aqui…

Até a próxima.

About Luis Philippe Vegetal

Meu Nome é Luís Philippe A. Quintanilha e tenho 30 anos, sou Designer e Estrategista atuo na área de criação, planejamento estratégico, inbound marketing e growth hacking, e trabalho no Marketing da Gama Academy.